Qualificação do Profissional

A Calatonia, na prática psicoterápica, integra-se como um recurso mobilizador do processo terapêutico, requisitando porém uma formação bastante específica do profissional que a utilize. Esta formação envolve não somente a habilitação prática pelo aprendizado das técnicas, mas também a aquisição de um sólido embasamento teórico, fundamentado na Psicologia Profunda.

Além destes requisitos, é considerado essencial que o terapeuta que pretenda utilizar esta metodologia de intervenção submeta-se à vivência pessoal dentro deste enfoque terapêutico, e realize, a princípio, um trabalho supervisionado.

É importante enfatizar que não há toques “específicos para queixas específicas”, por isso a importância do conhecimento teórico e não apenas técnico por parte do terapeuta que aplica os toques, pois ele deverá escolher o toque mais apropriado para o momento do processo terapêutico do paciente.

Em termos objetivos, os cursos ministrados por Pethö Sándor tiveram sempre como pré-requisito que o profissional tivesse uma formação acadêmica mínima de bacharelado em Psicologia ou área pedagógica ou biomédica, Fisioterapia, Terapia Ocupacional, Pedagogia, etc.

Os profissionais relacionados nesta Home Page têm, no mínimo, a formação acadêmica de bacharelado.

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •