Penna, L.: “Calatonia: A sensibilidade, os pés e a imagem do próprio corpo em psicoterapia”

Penna, L.: “Calatonia: A sensibilidade, os pés e a imagem do próprio corpo em psicoterapia”, São Paulo, 1979. Trabalho de tese de mestrado apresentado ao Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo – USP.

Aborda a inserção do método de Petho Sandor no conjunto das abordagens corporais em psicologia analisando as principais contribuições para a evolução da corporalidade na prática clínica nos séculos 19 e 20.

Utiliza a metodologia de avaliação de um estudo de caso antes e depois de seis meses em que uma paciente passa por sessões semanais de psicoterapia com a autora, com aplicação da técnica nos pés, mãos e cabeça. Discutem-se os resultados dos testes projetivos gráficos ( H.T.P.), bem como do questionário sobre auto-avaliação da imagem corporal antes de depois do processo. Um processo em início que mostra a dinamização da sensibilidade da paciente para aspectos de sua imagem corporal, bem como sua soltura na expressão dos sentimentos, emoções e afetos.

A base neurofisiológica dos toques calatônicos é apontada, assim como a provável ligação dos toques nos pés com a alteração dos níveis trofotrópico e ergotrópico de consciência.

 

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •